Kendra

Kendra

Pronúncia: \KÊN-dra\

Pertencente a uma raça especial de Myríade, os pistiros, Kendra nasceu no interior de um vulcão e conquistou, frente a seus iguais, o privilégio de servir ao exército de Vulcannus, do qual é Coronela. Embora sádica e arrogante, guarda um íntimo segredo. Este é, ao mesmo tempo, sua pior fraqueza e sua maior motivação.

Línguas de Fogo

Kendra era detentora de um posto de prestígio em Merodraeth, e era também a responsável pela ordem na planície central de Vulcannus. Mas isso mudou quando foi revelado que estava desperando um filho de seu amante secreto, o próprio rei Griffith, o Longevo. Ele recusou o bastardo e enviou-a a Hynneldor, em uma missão considerada indigna de sua linhagem. Planejava que Kendra desse a luz longe da corte.

Tempestade de Areia

Completada a sua missão e passado o tempo da gestação, Kendra retorna a Merodraeth e recebe a patente de General. Antes, ela deveria dar fim à vida do recém-nascido, mas decide levá-lo consigo a fim de entregá-lo a Griffith, para que ele mesmo tome a decisão. Contudo, nunca chega a dar um nome à criança.

Curiosidades

• Kendra é odiada pela violência que emprega em suas missões;
• É uma das dominadoras do fogo mais poderosas que se tem notícia;
• Em Tempestade de Areia passa a montar uma enorme salamandra.