Povos

Povos-int

Além dos humanos, Myríade é habitada por diversas outras raças de pessoas. Em geral, esses seres especiais vivem em locais de difícil acesso, apesar de que algumas exceções podem ser vistas nas cidades humanas. Mestiços são raros, mas existem.

Humanos

Raça mais numerosa de Myríade, são os principais responsáveis – e também as principais vítimas – da Guerra Sem Fim. Sua relação com os demais povos varia bastante, assim como a relação dentro da própria raça. Alguns são capazes de utilizar os poderes elementais, de acordo com suas respectivas linhagens, e um humano capaz de manusear mais de um elemento é considerado mestiço.

Furiosos

Não é exatamente uma raça, pois ninguém nasce Furioso, mas transforma-se em um. Pode ser considerado uma sub-raça.
Furiosos são humanos que sofreram um processo de mutação mágica, no qual perderam todos os traços de humanidade, as memórias, sentimentos e até mesmo a sensação de dor, transformando-se em seres animalescos cujo único propósito é servir ao seu mestre. São utilizados em larga escala pelo exército de Vulcannus.
Com a conquista de novas experiências, um Furioso pode recobrar sua humanidade. Contudo, poucos sobrevivem por tanto tempo.

A Coronela Kendra é uma pistiro da família Carnell.

A Coronela Kendra é uma pistiro
da família Carnell.

Pistiros

Originários do interior dos vulcões do reino de Vulcannus, os pistiros formam um povo belicoso, ligado ao elemento fogo. Suas características mais marcantes são o cabelo negro, a pele vermelha e a personalidade explosiva. Suas cidades são inacessíveis aos humanos, devido à temperatura elevada, mas sabe-se que enormes galerias subterrâneas interligam os diversos vulcões.

Família Carnell

A maioria dos pistiros jamais deixa a galeria de vulcões onde nasceu. Entretanto, há uma casta que vive nas cidades humanas, exercendo funções importantes na nobreza e no exército de Vulcannus. Trata-se da família Carnell. Para eles, integrar o exército do reino é uma grande honra concedida apenas aos mais fortes, e estes são selecionados por meio de um torneio a cada dez anos.

Sollaris

Isolados na mística Ilha de Ashteria, os sollaris foram vistos centenas de anos atrás, por alguns poucos visitantes do continente. Muitos humanos não acreditaram nos relatos desses viajantes, e por isso acreditam que os sollaris já foram extintos, ou que nunca existiram. Possuem a pele esverdeada e cabelo alaranjado, e formam um povo pacífico, intimamente ligado ao reino de Kantheria, ao deus Aaric e ao Sol.

Dat’areh

Habitantes do deserto, possuem a pele negra, cabelo marrom escuro e rebelde, olhos dourados e uma ligação natural com o elemento terra. Há treze anos, quando ainda habitavam as cidades humanas, foram vítimas de uma revolução sangrenta na qual os sem-magia depuseram o rei de Datillion e enviaram os dat’areh para o exílio.

Povo da Neve

Capazes de assumir a forma de enormes lobos cinzentos ou de homens e mulheres com pele clara, olhos azuis e cabelo branco, vivem em um local secreto da cordilheira de Hynneldor e nunca são vistos por humanos. Agrupam-se em uma imensa Alcateia com hierarquia bem definida e não toleram visitantes. São conhecidos também como Grandes Lobos da Montanha.